(27) 3323-1617

INFORMAÇÕES

09 de Maio de 2014


Como cada um vivencia um estado hipnótico?


Cada pessoa vivencia o estado hipnótico de um jeito. E cada estado hipnótico é experienciado de uma forma, portanto não há duas experiências iguais. Pode até haver semelhanças entre elas, mas a comparação entre uma e outra experiência não pode ser medida.

 

Cada momento da vida de uma pessoa também é um momento singular, e o estado hipnótico faz parte dessa experiência diária. Quando uma pessoa procura um profissional na busca de soluções através da hipnose, as expectativas desta também determinam as suas reações, e o modo como vai se permitir entrar num estado hipnótico. Também as atitudes e as crenças do hipnotizador frente a esta pessoa influenciam-na.

 

Cada pessoa é um ser único, por isto não há como dizer como cada um deve ouvir e falar e o que fazer, mas um dos traços importantes para um bom hipnotizador é ter sensibilidade e calor para receber o cliente; flexibilidade para contornar os empecilhos; criatividade para ajudá-lo a sair do estado desagradável, e passar competência e confiança para o cliente para que o mesmo possa se sentir seguro.

 

Quando uma pessoa quer ser atendida através do estado hipnótico e acredita que o mesmo é a solução milagrosa para os transtornos que a atormentam, e o profissional recebe isto do melhor jeito para aquela pessoa, a mesma se entrega muito mais facilmente a este estado, e “milagrosamente” a solução surge, embora o tratamento hipnótico não tenha nada de milagroso. O que acontece nestes casos é que a credibilidade do cliente na hipnose é tão grande, que ele se solta muito e a experiência desse estado resulta em algo transformador, como se tudo tivesse acontecido num passo de mágica.

 

Muito do que acontece dentro da pessoa do cliente, como acontece no inconsciente, nem fica sendo conhecido por ele, nem pelo hipnotizador. Por isto fica difícil saber o que realmente faz a diferença.

 

Como é que uma experiência natural e diária que acontece na vida de todos possa acontecer diante de um profissional para que novos caminhos surjam para aquela pessoa? O laço de confiança entre cliente e hipnotizador, e a motivação criada para que o primeiro dê o passo na direção certa, dentre outros passos em seguida, são uns dos fatores para que a transformação aconteça. E isto também acontece de forma única e singular. 

 

Liberato Schwartz e Clenice Schwartz

INFORMAÇÕES

19.01

PSICOTERAPIA SIMPLIFICADA - uma experiência

+

06.01

Hipnoterapia - uma das abordagens.

+

09.05

Como cada um vivencia um estado hipnótico?

+

09.05

A Hipnose e o Trabalho Terapêutico

+